Vacina dTpa

Prevenção:

Previne as doenças: Difteria (Crupe), Tétano e Coqueluche (Pertussis). 

É uma vacina inativada, que contém os toxóides tetânicos e diftéricos, componentes da cápsula da bactéria da coqueluche, sal de alumínio como adjuvante, fenoetanol, cloreto de sódio e água para injeção.

Indicações:

Está indicada para reforço das vacinas DTPa ou DTPw em crianças a partir dos 3 anos de idade, adolescentes e adultos, gestantes e todas as pessoas que convivem com crianças menores de 2 anos, sobretudo bebês com menos de 1 ano, incluindo familiares, babás, cuidadores e profissionais da Saúde.

Doses:

- Gestantes: Vacina obrigatória em toda gestação. Devem receber uma dose de dTpa, a cada gestação, ​a partir da 20ª semana de gestação. ​Se não vacinadas durante a gravidez, devem receber uma dose após o parto​, o mais precocemente possível (de preferência ainda na maternidade).

- Reforços: pode ser feita como dose de reforço aos 4-5 anos de idade, em adolescentes, adultos e idosos.

Para crianças maiores de 7 anos, adolescentes e adultos que não tomaram ou sem registro de três doses de vacina contendo o toxóide tetânico anteriormente, recomenda-se uma dose de dTpa seguida de duas ou três doses da dT.

Contraindicações:

Contraindicada em pessoas que apresentaram anafilaxia ou sintomas neurológicos causados por algum componente da vacina ou após a administração de dose anterior.

Eventos adversos:

- Mais comuns (> 10%): irritabilidade, sonolência, reações no local da aplicação (dor, vermelhidão e inchaço) e fadiga.

- Menos comuns: falta de apetite, dor de cabeça, diarreia, vômito e febre.

- Incomuns: distúrbios da atenção, irritação nos olhos e erupção na pele, sintomas respiratórios, faringite, aumento dos gânglios linfáticos, síncope (desmaio), tosse, diarreia, vômito, transpiração aumentada, coceira, erupção na pele, dor articular e muscular e febre acima de 39ºC.