Entenda o que é Ultrassom morfológico e quando o exame é indicado

Ultrassom morfológico: o que é, para que serve e indicações

O ultrassom morfológico é um exame que revela se o bebê está se desenvolvendo de forma saudável ou se existe algum problema. Pode identificar malformações e até sugerir a presença de problemas cromossômicos de forma  precoce e, consequentemente, permite a orientação do que deve ser feito em cada caso.

O que é e para que serve o ultrassom morfológico? 

Ecografia morfológica ou ultrassom morfológico, é o exame de rotina preventivo que verifica durante os três trimestres de gestação a saúde do bebê.

É um exame não invasivo que não apresenta qualquer tipo de risco para a mãe ou para o bebê. 

Com a ultrassonografia é possível avaliar o desenvolvimento e o tamanho do bebê, confirmar a idade gestacional, identificar malformações, síndromes cromossômicas como a Síndrome de Down e monitorar os batimentos cardíacos.

Como o exame é feito?

A USG morfológica é realizada de forma simples e segura. A paciente deve se deitar de barriga para cima e o médico aplica um gel na área para que o transdutor (instrumento utilizado para fazer o exame) deslize com facilidade, emitindo ondas-sônicas capazes de se transformarem em imagens.

Pré-requisitos

Para fazer a USG a paciente deve agendar previamente, apresentar o pedido médico e chegar com antecedência no laboratório onde o exame foi agendado com a identidade em mãos.

Preparos

Não é exigido nenhum preparo para a USG morfológica.

Contraindicações

Por ser um exame não invasivo e seguro, não possui contraindicações.

Duração do exame

O tempo de conclusão do exame é de 10 a 15 minutos.

Periodicidade

Recomenda-se que realize o exame nos três trimestres de gestação.

Agende seu exame

 

Quantos morfológicos são feitos na gravidez?

O ultrassom morfológico deve ser realizado nos três trimestres de gestação, sendo entre a 11ª e a 14ª semana no primeiro trimestre de gravidez, entre a 18ª e 22ª semana no segundo e 33ª a 34ª semana no terceiro.

Ultrassom morfológico no 1º trimestre

No primeiro trimestre, a USG morfológica é feita para rastrear se há malformações fetais. Isso possibilita diagnóstico e aconselhamento precoces durante a gravidez.

O exame permite mensurar a Translucência Nucal (TN), que é a medida de fluído abaixo da pele da região do pescoço do bebê. Com esse procedimento, é possível detectar 80% dos casos de Síndrome de Down e quando está atrelado a marcadores bioquímicos, como a fração livre do BhCG e PAPP-A, os valores de detecção aumentam em até 90%.

Durante o procedimento, alguns dados e marcadores também são essenciais, tais como a frequência cardíaca fetal, dopplervelocimetria de ducto venoso, avaliação do fluxo da valva tricúspide e a presença de osso nasal.

Além disso, a ecografia permite rastrear casos de pré-eclâmpsia (pressão alta) durante a gestação, avaliando características maternas, histórico de doenças, histórico obstétrico, dopplervelocimetria de artérias uterinas e medida da pressão arterial materna. O marcador bioquímico de pré-eclâmpsia é conhecido como Fator de crescimento placentário (PLGF) e permite aumentar a especificidade da triagem e tratamento precoce da gestante.

Ultrassom morfológico no 2º trimestre

Já no segundo trimestre de gestação, o ultrassom morfológico possibilita avaliar detalhadamente o Sistema Nervoso Central, extremidades esqueléticas, face, coração, rins e outros órgãos internos do bebê, aumentando a possibilidade de identificação de malformações e síndromes cromossômicas.

Além disso, o exame possibilita a avaliação de sinais ultrassonográficos de síndrome de Down como visualização do osso nasal e mensuração da prega nucal.

Quando fazer o ultrassom morfológico 3D?

O exame morfológico 3D é capaz de fornecer imagens ainda mais detalhadas, sendo possível ver o feto de maneira tridimensional. 

Recomenda-se que realize o ultrassom morfológico 3D entre a 28ª e 32ª semana de gestação.

Possíveis complicações identificáveis no exame morfológico

O exame permite diagnosticar algumas malformações no bebê, como espinha bífida, doenças cardíacas, complicações renais, hidrocefalia, hérnia diafragmática, Síndrome de Down e anencefalia. 

Onde fazer o exame?

O Salomão Zoppi é um laboratório que atua com um corpo clínico altamente especializado em diversos exames clínicos. Para agendar seu exame em um de nossos laboratórios, basta acessar nossa plataforma de agendamento online.

 

Revisão por Dra. Myrna Perez Campagnoli