Exames ajudam a garantir uma gestação saudável

Eles são fundamentais para assegurar a saúde da futura mamãe e do bebê.
Gestação Saudável

Aos primeiros sinais de gravidez, como enjoo, tontura e apetite exagerado, a mulher já inicia a rotina de exames. O primeiro deles é o famoso teste de gravidez. Mas qual é o ideal? Teste de farmácia ou o Beta HCG? Ambos são confiáveis, contudo, o mais preciso é de fato o exame de sangue (Beta HCG).

“O teste de sangue, ou seja, o Beta HCG, é o mais sensível, detectando com mais rapidez a gestação. Já o de urina leva um tempo maior, cerca de uma semana a mais do que o de sangue, para confirmar a gravidez”, explica Dr. Jurandir Passos, ginecologista e obstetra do Salomão Zoppi.

Às futuras mamães, esse é só o começo. Durante a gestação são solicitados inúmeros exames de análises clínicas e de imagem. Tudo isso para assegurar a saúde da mãe e do bebê. “Hemograma, tipagem sanguínea, sorologia para Lues (sífilis) e HIV, e exame de urina são exames indispensáveis para gestantes”, enumera Dr. Jurandir.

Já o primeiro exame de imagem é a ultrassonografia, que deve ser realizada entre a 8ª e a 10ª semana de gestação, para avaliar a localização, a quantidade de embriões, o tempo de gravidez e se há riscos de aborto. “Outras avaliações podem ser prescritas. Tudo vai depender se a mãe tem ou não alguma doença associada, como problemas de tireoide, pressão alta, diabetes, entre outras”, ressalta.

Dr. Jurandir reforça que as grávidas devem ter muita atenção à saúde, não deixando de realizar nenhum teste indicado pelo médico. “Os exames são fundamentais para garantir a saúde da mãe e do feto. Com eles, é possível fazer diagnósticos precoces de várias doenças e, muitas vezes, iniciar o tratamento delas ainda na gestação”, destaca.

O médico lembra que as mamães mais ansiosas não precisam esperar até o quarto mês de gestação para saber o sexo do bebê. “O exame de sexagem fetal, feito por meio de uma amostra de sangue da mãe, permite saber se o feto é menina ou menino já na oitava semana de gravidez”, completa.

Contudo, este exame não serve apenas para ajudar os pais na hora de escolher o enxoval e a cor do quarto da criança. “A sexagem fetal é importante, também, na descoberta de algumas doenças e alterações genéticas, que só seriam diagnosticadas na puberdade”, conclui o especialista.


Em caso de dúvidas ou para mais informações sobre os exames oferecidos pelo Salomão, entre em contato com o Centro de Acolhimento ao Cliente pelo telefone: (11) 5576-7878